quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

EM JATAÚBA » Casal é assassinado dentro de residência e principal suspeito do crime é homem que teve um caso com a mulher

No início da madrugada desta quinta-feira (26), foi registrado um duplo homicídio no interior de uma residência localizada no Bairro Seu Teté, no município de Jataúba, no Agreste do estado de Pernambuco. 

Segundo informações colhidas pelo Blog Jota Lima AGORA, Juliana da Paz Silva, de 29 anos e João Paulo dos Santos Paiva, de 27 anos de idade, estavam dormindo no quarto quando foram executados com vários tiros. Ainda de acordo com informações, foram encontradas duas escadas encostadas dentro e fora do muro do quintal da casa, dando a crê que o assassino invadiu a casa pelos fundos e atirou nas vítimas que estavam de calcinha e cueca.  
O fato que chama a atenção é que, o assassino tinha uma chave da porta da cozinha e conhecia a rotina das vítimas, porque praticou o crime na hora exata que o casal dormia.

Mesmo morando em Jataúba, a mulher era enfermeira e trabalhou em  Santa Cruz do Capibaribe

DO OUTRO LADO DO CRIME: 

Juliana” e “João Paulo” eram casados legalmente, porém há um ano se separaram e ele foi morar em São Paulo, neste meio tempo a mulher começou a se relacionar com um homem identificado como “Sérgio Gonçalves”, de idade não informada, mesmo assim ela não tinha esquecido o marido. 

Há um mês “João Paulo” voltou de São Paulo, com o regresso do ex-marido, a mulher terminou o caso que tinha com “Sergio” e na noite de natal reatou o casamento com “João Paulo”.  O ex-namorado e o marido da mulher estavam em constantes atritos nos últimos dias. 

Os efetivos da GC (Guarda Civil) de Jataúba, Polícia Militar do 24° BPM (Batalhão de Polícia Militar), Polícia Civil e I.C. (Instituto de Criminalística) foram ao local e após levantamento cadavérico o corpo foi encaminhado para o IML (Instituto de Medicina Legal) na cidade de Caruaru.

O competentíssimo delegado de Polícia Civil, Dr. João Paulo está investigando o caso e conta a ajuda de populares para chegar até o assassino. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário