sábado, 16 de novembro de 2019

EM SANTA CRUZ » Homem que tentou matar ex-companheira com facadas no pescoço e vagina é condenado a mais de 13 anos de reclusão

Na última quarta-feira (13), foi julgado e condenado, Alan Monteiro Adriano, de 25 anos, acusado de tentar matar a ex-companheira, Maria Joyce da Silva, de 20 anos de idade, no Bairro Santo Agostinho, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do estado de Pernambuco. 

O caso aconteceu no dia 5 de Abril de 2018 dentro de uma residência localizada na Rua 7 de Setembro e repercutiu bastante pela forma fria e violenta que o acusado tentou matar a ex-companheira. Inconformado com o fim do relacionamento, “Alan Monteiro” esfaqueou a vítima na região do pescoço e desferiu outro golpe na região da vagina da jovem. 
Maria Joyce” foi internada entre a vida e a morte e passou mais de um mês na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), sem embargo de que visivelmente ficou com cicatrizes no pescoço. 

Na época do crime o acusado fugiu para a casa da mãe na cidade de Petrolina, dias depois se apresentou na delegacia daquela cidade com um advogado e após ser ouvido foi liberado, porém no dia 26 de Julho de 2018, Alan foi preso por força de um mandado de prisão, no bairro Henrique Leite, em Petrolina, no sertão do estado. 

Em júri popular os jurados decidiram, por maioria, condenar “Alan Monteiro” e o juiz aplicou a pena definitiva em treze anos, sete meses e dez dias de reclusão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário