quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Jovem assassinada em Santa Cruz do Capibaribe tinha passagem pela polícia e foi executada com vários tiros de pistola

NOVAS INFORMAÇÕES 

Em entrevista concedida ao repórter policial Jota Lima, a delegada da 21º DPH (Delegacia de Polícia de Homicídios), Érica Feitosa adiantou algumas informações sobre o assassinado de Maria Aline da Silva Santos, de 24 anos de idade, morta a tiros no Loteamento Dona Arlinda, localizado no Bairro Santo Agostinho, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do estado de Pernambuco. (relembre o caso AQUI AGORA)
A delegada informou que 2016 a vítima foi detida acusada de tráfico de drogas no Bairro Bela Vista e que recentemente estava mantendo uma relação amorosa com um presidiário da unidade prisional da terra das confecções. Quando questionada sobre a autoria e motivação para o crime, a delegada informou que já tem uma forte linha de suspeita, mas optou por não divulgar agora para não atrapalhar as investigações.

Uma prima da vítima também conversou com Jota Lima e informou que “Aline” era natural de Jataúba, morava no Bairro Dona Dom e deixou uma filha de 9 anos de idade. Ainda foi informado que ultimamente a jovem estava trabalhando costurando e em uma loja no Moda Center Santa Cruz. 

Vale ressaltar que durante o levantamento cadavérico foram encontradas com a vítima uma quantia em dinheiro de aproximadamente mil reais e uma toalha que estava sobre o corpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário