terça-feira, 7 de maio de 2019

Guarda Civil e Polícia Militar apreendem armas de fogo e munições na zona rural de Jataúba

Nesta terça-feira (07), os efetivos da GC (Guarda Civil) de Jataúba e Polícia Militar do 24ª BPM (Batalhão de Polícia Militar) aprenderam várias armas de fogo e munições numa propriedade localizada no Sítio Lagoa dos Caboclos, na zona rural de Jataúba, no Agreste do estado de Pernambuco.  

Segundo informações repassadas ao Blog Jota Lima AGORA, o efetivo recebeu informações de que na referida localidade morava um indivíduo identificado como Sivanaldo Antônio da Silva, de 42 anos de idade, acusado de alugar armas de fogo para criminosos praticarem roubos e homicídios na região. Ainda de acordo com informações, os efetivos foram ao local informado e ao perceber a chegada da polícia, “Sivanaldo” correu por um matagal deixando para trás alguns sacos. 
Os policiais verificaram e constatamos que no interior dos sacos estavam escondidas algumas armas de fogo. Com a permissão da esposa do acusado, foi feita uma revista no interior da residência do casal e foram encontrados vários cartuchos e munições de diversos calibres.

* 01 Revólver cal. 38
* 01 Espingarda cal. 32
* 01 Cano de espingarda cal. 28 
* 02 Espingardas de fabricação caseira 
* 06 Munições cal. 38 (intactas)
* 03 Cápsulas cal. 38 (deflagradas) 
* 21 Cartuchos cal. 36 (deflagrados)
* 03 Cartuchos cal. 36 (carregados) 
* 01 Cartucho cal. 20 (carregado) 
* 41 Cartuchos cal. 32 deflagrados 
* 04 Cartuchos cal. 32 carregados 
* 06 Cartuchos cal. 28 carregados 
* 03 Cartuchos cal.28 (deflagrados) 
* 02 Recipientes contendo pólvora 
* 02 Sacos contendo chumbo de dois tamanhos 
* 01 Cápsula cal. 44 (deflagrada)
* 05 Espoletas

Vale ressaltar que uma das espingardas encontradas está adulterada com o número de registro do cano divergente da numeração da coronha. 

A polícia realizou buscas nas imediações da propriedade que estava todo o material apreendido, porém “Sivanaldo” não foi localizado. As armas e munições foram levadas para a delegacia para a adoção das medidas cabíveis. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário